Fale conosco

O que vc está procurando?

CineBuzz

Reality shows

“No Limite”: Íris e Ariadna se desentendem em debate sobre prostituição

As integrantes da tribo Carcará debateram sobre privilégios e experiências de vida

"No Limite": Íris e Ariadna se desentendem em debate sobre prostituição (Reprodução/Globoplay)
"No Limite": Íris e Ariadna se desentendem em debate sobre prostituição (Reprodução/Globoplay)

Logo depois de vencerem a Prova do Privilégio do “No Limite”, os integrantes da tribo Carcará se uniram para conversar sobre suas vidas fora do reality show. Durante o papo, Íris e Ariadna se desentenderam ao debater sobre prostituição.

“Ontem a Ariadna foi contar um pouco da vida dela, que foi muito difícil, de doer o coração. Hoje, na discussão sobre prostituição, eu disse que tem que se tentar um caminho para a vida menos arriscado”, começou Íris. Em seguida, ela falou sobre a importância de estudar e prestar concurso público, mas foi interrompida por Ariadna: “Amiga, não julga. Isso é um julgamento”.

“Eu acho a Íris uma pessoa incrível, mas acho que ela vive um pouco fora da realidade. O fato dela ter tido mais privilégios do que eu talvez faça com que ela viva em um mundo de fadas e infelizmente essa não é a minha realidade”, desabafou Ariadna.

“Eu colocava currículo aqui, ali. Não tinha segundo grau completo. Não arrumava nada. Você acha que eu fui para onde para não ser posta para fora de casa? Lá para a esquina de onde eu morava. Eu tive opção? Não tive”, prosseguiu ela.

“Você teve opção, sim”, contestou Íris. “Não tive. Quando me olhavam com nome de homem e cara de mulher, eu não tive. Você não pode falar uma coisa quando não está dentro da realidade”, retrucou Ariadna. A apresentadora ainda disse que, sem opções, trabalhou passando roupa em bares: “Você é uma mulher branca, loira e dos olhos verdes“, respondeu a influenciadora.

Só o fato de ser uma mulher trans, já me tira todos os privilégios. Eu acho muito chato ter quer ficar debatendo isso. Ficou chato e eu preferi sair de perto. Eu gosto dela e ela tem muito o que aprender ainda sobre isso”, completou.

Equipe de Íris se pronuncia sobre o caso

Logo após a edição ao vivo do programa, a equipe de Íris Stefanelli pediu desculpas pela fala da participante. Além disso, eles disseram que a apresentadora respeita minorias e a história de Ariadna.

“Após as cenas veiculadas na edição de hoje do ‘No Limite’, viemos a público pedir desculpas. Temos a certeza de que, assim que ela voltar à realidade, e assistir às suas falas, vai se desculpar com todos e buscar se informar sobre essa triste realidade. Íris, assim como muitos de nós, tem muito o que aprender sobre este e outros assuntos”, declarou a equipe da ex-BBB 7 em seu perfil no Instagram.

“Respeitamos demais a história da Ariadna e temos um carinho muito grande por ela e pela parceria de ambas, como vimos desde o programa de estreia. Íris está longe de ser contra as minorias. Quem a conhece, desde o ‘BBB7’, e convive com ela (amigos e familiares), sabe bem do que estamos falando. Que essa experiência traga um grande aprendizado para todos, reflexo da convivência”, completou.

De acordo com o Dossiê dos Assassinatos e Violências Contra Pessoas Trans Brasileiras, produzido pela Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTT), o Brasil é o país que mais mata travestis e transexuais no mundo. Em 2020, 175 mulheres trans ou travestis foram mortas, o que representa um aumento de 41% em relação ao ano anterior, quando 124 pessoas trans foram vítimas.