Fale conosco

O que vc está procurando?

CineBuzz

Séries

Fãs criam petição contra cenas de nudez em série de “O Senhor dos Anéis”

A produção ainda não possui data de estreia definida

Fãs contrareiam cenas de nudez em "O Senhor dos Anéis" (Divulgação/ Netflix)
Fãs contrareiam cenas de nudez em "O Senhor dos Anéis" (Divulgação/ Netflix)

Antes mesmo da estreia da série baseada no universo de “O Senhor dos Anéis”, os fãs já estão antecipando algumas críticas. A principal resistência à nova adaptação da obra de J. R. R. Tolkien foi gerada por possíveis cenas de nudez na produção e motivou abaixo-assinado no site Change.org.

De acordo com a petição, foram contratados “treinadores de intimidade” para garantir que os atores se sentissem confortáveis nas cenas em questão, indicando que elas devem estar na série. Entretanto, para os fãs, isso mancha o simbolismo cristão de Tolkien e destrói o clima familiar das produções do diretor. “Ele era um católico devoto e sua memória não precisa ser manchada por nudez gratuita”, afirmaram.

Até o momento, a iniciativa já ultrapassa os 33 mil apoiadores, mas a Amazon não se pronunciou sobre o ocorrido ou sobre possível mudanças na produção.

“O SENHOR DOS ANÉIS” NA AMAZON

A Amazon fechou contrato em 2017 para adaptar a obra de J. R. R. Tolkien em uma série original, que deve chegar ao Prime Video em breve.na qual ganhou a chance de transformá-la em uma série televisiva, não tendo data de estreia prevista. Em comunicado a Amazon afimou que a produção terá no mínimo cinco temporadas contendo de oito e dez episódios cada

A série deve explorar novas histórias do mundo criado por J.R.R. Tolkien e se passará antes da história da trilogia original. O elenco ainda conta com Robert Aramayo (‘Animais Noturnos’), Markella Kavenagh (Picnic at Hanging Rock), Joseph Mawle (Game of Thrones), Maxim Baldry (Years and Years), Morfydd Clark (‘His Dark Materials’) e Ema Horvath (A Forca: Ato II).

Os novatos J.D. Payne e Patrick McKay ficarão responsáveis pelo roteiro e J.A. Bayona, de Sete Minutos Depois da Meia-Noite e Jurassic World: Reino Ameaçado, dirigirá a série. Em comunicado, a Amazon já adiantou que a produção deve ter, no mínimo, cinco temporadas, com oito a dez episódios cada.

Em entrevista, Stuart Nash, Ministro de Desenvolvimento Econômico e Turismo da Nova Zelândia, onde a série está sendo gravada, declarou que a produção tem um invesimento de cerca de US$ 650 milhões apenas na primeira temporada e garante que ela será um grande sucesso: “É fantástico. Essa será realmente a maior série de televisão já feita”, declarou.