Fale conosco

O que vc está procurando?

CineBuzz

Lançamentos

“Velozes e Furiosos 9” será exibido no Festival de Cannes

No Brasil, o longa estreia em 24 de junho

"Velozes e Furiosos 9" será exibido no Festival de Cannes (Divulgação/Warner Bros.)
"Velozes e Furiosos 9" será exibido no Festival de Cannes (Divulgação/Warner Bros.)

“Velozes e Furiosos 9”, que recentemente teve sua estreia antecipada no Brasil, será o blockbuster exibido no Festival de Cannes, de acordo com informação da Variety. Com o anúncio de Thierry Fremaux, diretor do Festival, os rumores sobre qual seria o blockbuster a ser exibido em Cannes chegam ao fim.

Alguns dos nomes especulados foram “Amor, Sublime Amor“, “007 – Sem Tempo para Morrer”, “Viúva Negra” e “Duna” – que já foi confirmado no Festival de Veneza.

VELOZES E FURIOSOS 9

No novo filme da franquia, Dom (Vin Diesel) e Letty (Michelle Rodriguez) vivem uma vida tranquila com o filho, Brian – que recebeu o nome em homenagem ao personagem interpretado por Paul Walker, morto em um acidente de carro em 2013. No entanto, a chegada de Jakob (John Cena) os força a reunir todos os amigos para enfrentá-lo, incluindo Han (Sung Kang), que estava presumidamente morto.

O filme é dirigido por Justin Lin, que já esteve por trás de quatro filmes da franquia de sucesso, e conta com os retornos de Vin Diesel como Dom, Jordana Brewster como Mia, Michelle Rodriguez como Letty, Tyrese Gibson como Roman, Ludacris como Tej Parker, Lucas Black como Sean Boswell, Sung Kang como Han e Nathalie Emmanuel como Ramsey.

A previsão de estreia nacional é para o dia 24 de junho.

FESTIVAL DE CANNES

O 74º Festival de Cannes deve acontecer entre os dias 6 e 17 de julho. O presidente do júri será Spike Lee. A edição contará com testes para detectar possíveis infectados pelo COVID-19, além de tendas que promoverão a vacinação dos presentes.

Confira a lista completa dos filmes que concorrem à Palma de Ouro:

  • “Annette”, de Leos Carax, França
  • A Crônica Francesa“, de Wes Anderson, Estados Unidos
  • “Benedetta”, de Paul Verhoeven, Holanda
  • “A Hero”, de Asghar Farhadi, Irã
  • “Everything Went Well”, de François Ozon, França
  • “Three Floors”, de Nanni Moretti, Itália
  • “Titan”, de Julia Ducournau, França
  • “Red Rocket”, de Sean Baker, Estados Unidos
  • “Petrov’s Flu”, de Kirill Serebrennikov, Rússia
  • “Par un Demi Clair Matin”, de Bruno Dumont, França
  • “Nitram”, de Justin Kurzel, Austrália
  • “Memoria”, de Apichatpong Weerasethakul, Tailândia
  • “Lingui”, de Mahamat-Saleh Haroun, Chade
  • “Paris 13th District”, de Jacques Audiard, França
  • “The Restless”, de Joachim Lafosse, Bélgica
  • “La Fracture”, de Catherine Corsini, França
  • “The Worst Person in the World”, de Joachim Trier, Noruega
  • “Compartment No 6”, de Juho Kuosmanen, Finlândia
  • “Casablanca Beats”, de Nabil Ayouch, França-Moroccos
  • “Ahed’s Knee”, de Nadav Lapid, Israel
  • “Drive My Car”, de Ryusuke Hamaguchi, Japão
  • “Bergman Island”, de Mia Hansen-Love, França
  • “The Story of My Wife”, de Ildiko Enyedi, Hungria
  • “Flag Day”, de Sean Penn, Estados Unidos